Blog

Entendendo o Plano de Parto!

Um documento em que você pode deixar registradas as suas vontades para a hora do nascimento do seu bebê. Esse é o Plano de Parto!

Ele surgiu nos Estados Unidos, há mais ou menos 30 anos, como uma carta na qual a gestante escreve como prefere passar pelas diversas fases do trabalho de parto e como ela e o seu bebê devem ser tratados antes, durante e depois do nascimento. Ali estarão registrados quais procedimentos médicos a gestante aceita e quais prefere evitar. 

O plano de parto é fundamental, pois permite à mulher uma reflexão sobre o tipo de parto que prefere e sobre as opções que ela tem. Afinal, a gestante tem o direito de participar das decisões que envolvem seu bem-estar e o do bebê, a menos que haja uma emergência médica que impeça sua participação consciente, é claro.

A parturiente tem o direito de saber exatamente os benefícios e prejuízos que cada procedimento, exame ou manobra médica pode provocar a ela e ao seu bebê. E isso tudo deve ser discutido com o médico desde o pré-natal, pois é ele quem orientará os futuros papais.

O ideal é que o plano de parto esteja pronto lá pelo sétimo mês. Ele é, portanto, um instrumento importantíssimo para a paciente e o médico conhecerem melhor as intenções de ambos os lados.

Na intenet já existem alguns modelos prontos que podem ser preenchidos. Converse com seu obstetra. Ele a ajudará a elaborar seu Plano de Parto!