Blog

Boas vindas à Luisa! <3

No dia 25 de julho de 2015, às 8h15 da manhã, nasceu a pequena e doce Luisa, filha de Lucy Mara Nicoletti e do Junior Serafim. Seria mais uma parto normal, realizado por uma equipe competentíssima, se não fosse o histórico da mamãe da Luisa – 44 anos, hipertensa, fez várias tentativas de engravidar, tinha endometriose e foi avisada por muitos médicos de que não podia ter filhos.

Pois bem, a Luisa chegou, cheia de saúde e veio para selar uma história linda de superação e amor, provando que a natureza é sábia e maravilhosa e que, para quem tem fé, tudo é possível.

Vejam o depoimento emocionante da querida Lucy sobre o nascimento da pequena Luisa:

“Sim, eu decidi pelo parto normal. Na verdade queria o que fosse melhor para o meu bebê, mas foi quando vi uma palestra na Opima da enfermeira e parteira Giovana Françani sobre parto natural que tudo mudou! Meu desejo é que ela viesse da forma mais natural. E meu marido me incentivou nesta escolha.

Ainda tinha insegurança, tinha endometriose e muita dor antes de engravidar. Na verdade, tinha medo da dor do parto normal, fugia dela. Mas a Dra. Andréa Gouveia percebeu isso, me ajudou a superar, foi então que percebi que o parto normal seria a melhor decisão para mim e minha filha, significaria um ato de amor meu por ela.

E na conversa com o Dr. Braulio Zorzella esclareci todas as minhas dúvidas, meus medos, me senti segura e certa; sabia que não seria fácil, mas estava no melhor caminho.

Dei entrada no hospital no dia 24, numa quarta-feira, completando 40 semanas de gestação. Tomei banho para acalmar e tomei remédio para induzir o parto por causa da minha pressão alta. Estava tudo bem, muito calma, e agora eu ia finalmente esperar para parir. O parto estava previsto para o dia 26, 27 ou 28, já que a indução agiria gradativamente. Mas às 3h30 comecei a ter cólicas, frio, dor, a pressão aumentou, entrei em trabalho de parto. Agora era comigo! Me animei, pois não presaria esperar tanto.

Sobrou para o meu esposo e minha doula apertarem minha mão a cada contração. Sim, aquela profissional que achamos que desconhecemos, a doula, ela foi fundamental no meu parto. A minha foi a querida Samara Barth! Ela passou óleo em mim, fez massagens, colocou apoio no meu corpo, me deu força, ajudou a aliviar minha dor. O apoio físico e emocional que eu tanto precisava.

Após 4 horas de trabalho de parto e mais algumas contrações, depois de muita fraqueza e quase não me restarem forças, a natureza foi maravilhosa, me deu ainda mais força, e de forma natural, sem anestesia, minha filha nasceu, meu sorriso se abriu e o paraíso chegou...

Ela foi colocada em meus braços, sim, ela havia nascido, e eu havia ajudado. Me sentia meio índia, meio animal, e muito mãe! Uma guerreira vitoriosa. Dra. Andréa logo veio em meu seio estimular a amamentação e, em menos de 5 minutos, Luisa já estava mamando. Meu marido cortou o cordão da nossa filha.

Pois é, eu, Lucy Mara Nicoletti, com 44 anos, hipertensa, achando que não podia mais engravidar, desenganada por alguns médicos, estou hoje aqui, com minha pequena no colo, cheia de saúde e perfeita. Só agradeço a Deus, e a uma equipe profissional maravilhosa que me fez acreditar que era possível. À Dra. Andréa que me abriu o caminho nessa trilha, ao Dr. Braulio pela magnânima competência e paciência, e à minha doula querida Samara.

Foi uma experiência inesquecível”.

Amor de mãe é mesmo único! Sejam muito felizes, Lucy, Junior e a pequena Luisa! <3