Blog

E nasce a Opima..., por Andréa Gouveia

Iniciamos este blog com um depoimento da idealizadora da Casa Opima, nossa pediatra neonatologista, Dra. Andréa Gouveia. Esperamos que gostem! ;)

"Vim de um lar simples, mas com uma família maravilhosa e acolhedora. Fui muito acariciada, valorizada e amada por meus pais. Aos 16 anos, perdi minha irmã e companheira Luciana, portadora de uma doença chamada LUPUS (ela com 14 anos), foi um momento muito triste de minha vida.

Desde então, a ideia de curar começou a ficar mais forte dentro de mim. Não tenho nenhum médico em minha família e quando eu comecei falar em fazer medicina, ninguém ligava muito. Mas batalhei muito por esse objetivo e enfim consegui ser pediatra e, em seguida, neonatologista.

Sou de Campinas, mas foi quando me mudei para Itapetininga que resolvi colocar meu sonho em prática. Eu sonhava em ter uma clínica multidisciplinar, voltada para o atendimento HUMANIZADO da criança. Gostaria de ver a criança e toda família vislumbrada com o ambiente e com todo o atendimento. Queria um espaço familiar, envolvente e com uma equipe profissional engajada; queria sentir todo dia a satisfação no olhar, no rosto da criança atendida e todo o reconhecimento por parte da família também. Sonhava com um lugar onde todas as especialidades infantis estivessem juntas. Onde o atendimento fosse também diferenciado.

O problema é que estamos vivendo um momento muito complicado. A máquina tomou conta de muitos lugares e também do pensamento médico. O indivíduo deixou de ser um SER HUMANO, para ser partes, como mãos, pés, cabeça, coração, etc. Mas eu nunca me conformei com esse pensamento. Creio que somos um corpo integrado entre órgãos, pensamentos e sentimentos. O SER HUMANO deve ser valorizado integralmente, ser ouvido e respeitado.

O sonho se tornou então realidade e nasceu a OPIMA, que significa fértil, fecundo, ótimo, excelente. É um espaço onde a criança pode receber o atendimento de forma completa e integral e a família não precisa sair de um lugar para outro com seu filho, nem muito menos precisa sair da cidade para procurar especialistas em grandes centros.

Resolvi incluir neste grande sonho também a Suíte de Parto Humanizado. Algo ainda novo no Brasil. Pois depois da era hospitalar, os partos deixaram de ser vistos como algo natural e passaram a ser vistos como “doença”, onde interna-se a mulher, coloca-se soro em todas elas, retira-se a criança e só depois de algumas horas é que a mãe pode ver novamente seu filho.

Quero, portanto, com a Opima, proporcionar para as mães a oportunidade de ter seus filhos de maneira natural, com atendimento humanizado, com a presença de sua família e profissionais capacitados para dar o devido atendimento para o recém-nascido. E poder devolver pra mulher o protagonismo do seu parto.

Aqui, a mãe pode programar o seu parto de acordo com o seu desejo – na banheira, no chuveiro, na cama, ou como ela escolher. Após o nascimento do bebê, ele permanece com a mãe. O pai, caso queira, pode participar de todos os momentos, até cortar o cordão umbilical de seu filho. E depois desse procedimento, o bebê fica com a mãe todo o tempo, sentindo o seu calor, o seu cheiro, sua emoção e todo o seu amor.

Temos ambulância para transporte durante o trabalho de parto para casos de emergências. Mas vale lembrar que só poderemos realizar partos sem risco. Mães hipertensas, com diabetes descontrolada, prematuros e outras patologias é mais indicado o nascimento em hospitais com UTI neonatal.

Na alta a mãe recebe todas as instruções e a partir deste momento terá todo o seu atendimento na clínica até puberdade e adolescência, quando deixará de ter atendimento pediátrico para passar para o clínico geral.

Na OPIMA, a criança recebe suas vacinas e quando a mãe precisar voltar ao trabalho, temos a Sala de Coleta de Leite Humano, onde orientaremos a ordenha de seu leite para pasteurização. Assim a mãe poderá trabalhar com a garantia que seu filho receberá o melhor leite existente. O leite de uma mãe é o mais completo para cada filho. Ele é específico, rico em células protetoras, vitaminas, sais minerais, ferro, água e tudo o que o seu bebê precisa. Também, para toda dificuldade que possa ocorrer, temos uma equipe de profissionais capacitados para ajudar a mãe com a amamentação de seu filho.

A clínica dispõe de um anfiteatro lindo para palestras desde o pré-natal, orientações de como cuidar do bebê, aulas de Pilates, Yoga, até reuniões de grupos com trocas de experiências entre as famílias. E, além de tudo isso, a casa tem um cantinho de nutrição saudável, onde são comercializados alimentos sem lactose, com cereais e frutas.

Espero, portanto, que o meu sonho venha de encontro com o sonho de muitas outras pessoas e que juntas possamos alcançar o mesmo objetivo que é ver vidas bem cuidadas e bem atendidas, ou seja, vidas bem vividas!

Quero ver as crianças nascerem e crescerem não só em estatura física e emocional, mas também vê-los crescer em GRAÇA."