Blog

Explorando o mundo!

Sabia que a estimulação correta do bebê não somente colabora para o seu desenvolvimento motor, cognitivo, social e emocional, como também beneficia seu desenvolvimento individual, suas capacidades, sua predisposição e seu ritmo?

Porém, é importante frisar: cada criança é única e os pais devem ter isso em mente na hora de estimulá-la. Nada de comparações!

Não obrigue o pequeno a fazer algo, não o force. A estimulação tem que ser prazerosa. O bebê deve viver livremente a experiência, e a fará quando se sentir preparado.

Por esta razão, os pais devem respeitar seu desenvolvimento individual, evitando comparações e pressões sobre seu filho.

Veja algumas dicas que separamos para este momento:

- escolha brinquedos e objetos que sejam agradáveis ao toque, ao paladar, à audição. Ele pode, inclusive, ser criado e não comprado;

- para este momento ser prazeroso, cante, sorria, abuse da música;

- nada de andador, heim?! Já foi comprovado que ele faz com que o bebê ande errado, ocasionando problemas sérios no futuro;

- respeite a idade e o momento do seu filho;

- quando colocar um brinquedo à frente do bebê e pedir para que ele venha buscá-lo, não o mude de lugar até que o bebê o alcance. Tenha em mente que ele ainda está construindo sua noção de distância;

- e por fim, observe seu filho, aprecie cada conquista, cada momento.