Blog

Reflexão sobre o nascimento

Como é dentro do útero?

Lugar quentinho, confortável, cheio de amor, escurinho a com temperatura estável. Lugar onde recebemos carinho, atenção, onde as pessoas conversam com a gente, nos desejam muito, nos esperam muito.

Neste cantinho, o alimento vem pronto, o oxigênio também, e tudo que precisamos ... alí tem. Chega então o momento em que precisamos sair deste lugar ideal. Um mundo totalmente diferente nos espera. O corpo materno se prepara pra receber aquele serzinho produzido em seu interior. Contrações começam. A vida se movimenta; mãe e bebê iniciam uma parceria para abrir o caminho da passagem. Um túnel vai se abrindo lentamente.

É tempo de preparo psicológico, emocional e físico. O trabalho se inicia, ele é árduo e demorado. O bebê vai se posicionando e também se preparando para a mudança de casa. Esse tempo é necessário para os dois. Momento de enfrentamento. O momento chega e muitas barreiras precisam ser vencidas. Medos e insegurança muitas vezes tomam conta, e, nesse momento, é fundamental o apoio do pai, da família, da doula, de quem estiver alí por perto.

Vencidas as dificuldades, a mulher se dota de toda coragem e desejo de olhar nos olhos da pequena vida que seu corpo criou. E diz: agora vem! Vem filho amado, mamãe esta aqui pra te receber em meus braços.

O primeiro olhar deles! Inesquecível, marcante...imprinting! Fica pra sempre. Vida recebida cheia de hormônios do amor, de maneira natural, como fomos criados.

Nascer assim, vaginalmente, naturalmente, no momento certo. Sim, momento perfeito, ao lado de pessoas amadas. O bebê vai ficar no contato pele a pele, sentindo o cheiro, o calor da mãe, e rodeado de amor.

Opa! Ele vai ter que descobrir que precisa agora mudar de atitude. Não mais receberá tudo pronto, terá muitas coisas pra aprender. Respirar, sugar o seio de sua mãe, deglutir e muito mais.

Ai que saudades do útero... Ai que saudades!